COMO TER TOTAL CONTROLE DOS SEUS HÁBITOS E MUDAR DE VIDA DE FORMA SIMPLES

Tempo de leitura: 10 minutos

O livro O poder do hábito escrito pelo repórter do New York Times Charles Duhigg, que há duas décadas pesquisou como os hábitos funcionam – e, mais importante, como podem ser transformados, elabora um argumento animador:

A chave para mudar o que não funciona em sua vida é entender como os hábitos funcionam.

Transformá-los pode gerar bilhões e significar a diferença entre fracasso e sucesso, vida e morte.

Em um dos diversos exemplos citados pelo autor, um diz respeito a ele próprio. Charles Duhigg explica como conseguiu parar com o hábito de consumir cookies no meio do dia de trabalho ao compreender realmente o que o levava diariamente a uma cafeteria para comê-los.

Chegou à conclusão que as visitas diárias ao estabelecimento ocorriam por necessidade de socialização.

O autor refez o hábito levantando em um horário determinado para conversar com a alguém durante alguns minutos. A prática é um dos segredos para a mudança:

 “Os hábitos, dizem os cientistas, surgem porque o cérebro está o tempo todo procurando maneiras de poupar esforço.”
[Charles Duhigg]

O PODER DO HÁBITO

Mudar um hábito é um processo muito difícil para a maioria das pessoas, porque exige muita dedicação e disciplina. Quantas promessas de final de ano são feitas e não são cumpridas.  E quantas promessas são feitas para serem iniciadas na próxima segunda feira…

Temos hábitos cotidianos que passam quase despercebidos, pois são padrões de comportamentos repetidos por anos e anos como: tomar banho, escovar os dentes, se alimentar, etc.

Então, através da repetição desses comportamentos, os hábitos são assimilados criando um processo de aprendizado e internalizando o conceito.

Essas ações inconscientes são repetidas automaticamente com o tempo, porque o cérebro está sempre procurando maneiras de poupar esforços.

Portanto, compreender porque o hábito é realizado e saber qual a sua finalidade, é um grande passo para ser alterado através da repetição de uma outra ação.

DEIXA, ROTINA E RECOMPENSA

A partir desta descoberta Duhigg chegou à conclusão sobre o “Loop do Hábito”, que é a forma como um hábito se insere e funciona.

Começa com uma Deixa: estímulo que manda o cérebro entrar em modo automático, e indica qual hábito deve ser usado. Leva a uma Rotina: que é a forma como executamos a deixa.

Recompensa: que ajuda o cérebro, a saber, se vale à pena memorizar este loop para o futuro.

O autor nos explica como o Loop funciona através de casos como da Procter & Gamble, neste exemplo, a empresa transformou um aromatizador em um negócio de um bilhão de dólares, somente prestando atenção nos hábitos dos consumidores.

Temos também o  exemplo sobre os Alcoólicos Anônimos que mudaram suas vidas atacando hábitos nocivos, e se apegando em hábitos que o ajudam a livrar-se do vício.

Em O Poder do Hábito, aprendemos com o caso da Alcoa que existem hábitos mais poderosos que levam à alteração de outros hábitos.

Paul O’Neill, antes de se tornar secretário da Fazenda nos EUA, presidiu a Alcoa e a levou ao sucesso focando em apenas uma questão: segurança do trabalho.

Temos o caso da Starbucks, que transformou um menino violento que largara o ensino médio em um alto gerente trabalhando os hábitos que influenciam a força de vontade de seus funcionários.

Está gostando desse artigo? Então cadastre seu email abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Memória Boa e receber novos conteúdos.

FIQUE ATUALIZADO!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

O INÍCIO DA MUDANÇA

O início de qualquer mudança, requer muita concentração para que o resultado possa ser alcançado.

Após identificar a deixa, a rotina e a recompensa, você pode manter todo o processo e substituir somente a recompensa final.

Funciona praticamente como um processo de coaching. O coach deve identificar quais são as suas prioridades, seus objetivos e com o apoio do coach, serão criadas ações para que o objetivos sejam alcançados.

Se a pessoa acredita que deve gastar dinheiro seja no shopping, ou se presentear para ser recompensada porque está trabalhando demais, ela pode estar criando um hábito nocivo para suas finanças pessoais.

Então podemos localizar a Deixa: Trabalho, logo mereço. Identificar a Rotina: gastar dinheiro e a Recompensa: presentes e satisfação de curto prazo.

Isso, não quer dizer que ela não mereça, porém, o problema aparece quando chega a fatura do cartão de crédito e a dor na consciência de ter feito a compra sem pensar, o mesmo sentimento de prometer evitar comer alguma guloseima, mas sucumbir na primeira oportunidade.

Neste caso, podemos verificar junto com essa pessoa quais são os seus objetivos, seus sonhos.

Continuamos com a Deixa do trabalho e a Rotina de gastar dinheiro, porém, vamos verificar o que realmente agrega valor a sua vida, gastar de forma consciente e inteligente sem arrependimentos futuros.

Os gastos serão realizados através de um planejamento em prol da conquista de sua recompensa sem prejudicar seu orçamento e sua qualidade de vida.

Muitas vezes, essas pessoas gostariam de viajar, comprar um carro, uma casa ou mesmo, trocar de emprego (não vêem a hora de chegar a sexta-feira), mas não conseguem porque estão com o foco na recompensa errada. Então, direcione o foco para a recompensa que realmente vai te fazer feliz.

HÁBITO MESTRE

Dentre os hábitos citado por Duhigg, há os chamados “hábitos mestres”, que são os capazes de desencadear uma série de reações no modo da pessoa organizar sua própria vida.

Um bom exemplo de um hábito mestre é o exercício físico.

“Quando as pessoas começam a se exercitar regularmente, começam a mudar outros comportamentos que não estão relacionados à atividade física. Passam a comer melhor e a levantar da cama mais cedo. Fumam menos e se tornam mais pacientes. (…)

Não está completamente claro porque isso ocorre, mas está provado que exercício é um hábito mestre, que propaga mudanças em todos os aspectos da vida.”

Pude perceber realmente que o exercício regular vem acompanhado de diversos outros comportamentos não relacionados com a atividade física.

Uma melhor alimentação, o hábito de tomar duas vezes por dia suco de uva integral, ler mais, ter mais disposição e criatividade para escrever artigos e resenhas para o blog ;-), entre outros benefícios.

CONCLUSÃO

O livro O poder do Hábito é uma excelente leitura. Você poderá identificar um costume que deseja alterar e determinar uma rotina alternativa, pois um hábito pode ser substituído.

Para isso, você deve utilizar os seguintes passos.

  • Identifique a rotina que você quer mudar
  • Experimente recompensas diferentes
  • Separe a deixa
  • Tenha um plano para alterar a rotina que produza a mesma recompensa

“Transformar um hábito não é necessariamente fácil nem rápido. Nem sempre é simples. Mas é possível. E agora entendemos como.”
[Charles Duhigg]

O autor apresenta que não é tão fácil e que não existe mágica para mudar um hábito, mas que existe um método e é possível que você cultive hábitos saudáveis.

Aqui abaixo você pode conhecer melhor o livro lendo parte dele e se inspirar para as mudanças que podem começar ainda hoje!

Leia parte do livro aqui

 

COMO EU FAÇO NA PRÁTICA:

Igual a você, eu tenho muitos hábitos, alguns bons, outros nem tanto…

Mas com a falta de tempo nos dias de hoje, criar novos hábitos pode ser bem difícil, especialmente se eles requerem muita dedicação e esforço.

Para criar novos hábitos ou alterar os já existentes, eu utilizo o app 7 Weeks, que é um aplicativo gratuito para Android que me ajuda a criar bons hábitos, alcançar novos objetivos e largar vícios (acessar redes sociais, email e whatsapp a cada 10 minutos, por exemplo, sim esse era eu…).

O aplicativo se utiliza da essência do livro “O Poder do Hábito”, e o método de conquistar hábitos chamado de “Efeito X”, onde você marca um X em cada dia que completa um hábito. (Acredite, é uma sensação muito boa quando você marca um X nos objetivos propostos).

Segundo pesquisas, o tempo ideal para desenvolvimento de um novo hábito é de aproximadamente 7 semanas. Assim que terminar o ciclo de 49 dias, você terá criado um novo hábito ou então poderá largar um vício.

CRIANDO HÁBITOS

O uso do  7 Weeks é muito simples, abra o aplicativo e clique no botão (+) para adicionar um hábito. Digite um nome, por qual razão você está criando o hábito (opcional) e a data em que você começará a cumpri-lo.

Alguns exemplos de hábitos que criei:

  • Descrição do hábito: Ler no mínimo um capítulo da Bíblia por dia;
  • Razão: Me tornar mais parecido com Jesus.
  • Descrição do hábito: Enviar uma mensagem/poema/poesia para minha esposa diariamente;
  • Razão: Ser romântico.
  • Descrição do hábito: Estudar Inglês;
  • Razão: Estar sempre aprendendo algo novo.
  • Descrição do hábito: Acessar email e whatsapp apenas 3 vezes ao dia;
  • Razão: Focar no que realmente importa na vida e me tornar mais produtivo e eficaz.

Uma vez feito isso, tudo que você precisa fazer é marcar com um X os dias em que você completar o novo hábito. Além disso, o dia em que você não conseguir realizar o hábito, você pode marcá-lo como “Perdido” que é sinalizado com um círculo.

Com os dados registrados ele irá gerar estatísticas, como o status atual da criação do novo hábito, data de início, dias completos, data de conclusão, porcentagem realizada, além da lista de razões que você definiu.

O aplicativo também emite alarmes para avisá-lo que está na hora de realizar o hábito e nas configurações do 7 Weeks você pode ajustar os horários dos alarmes. Por padrão, ele emite alarmes pela manhã e à tarde.

Por último, o 7 Weeks também possui uma versão paga com recursos adicionais, como a possibilidade de escrever notas em cada dia, adicionar hábitos em dias específicos da semana, personalizar os hábitos, etc.

Bem, é dessa forma que eu tenho alcançado êxito em desenvolver alguns hábitos novos e modificar alguns que não são tão bons.


FERRAMENTAS

O Poder do Hábito (https://memoriaboa.com/aff/poderdohabito) – Livro best seller e com certeza um dos meus Top Five. Leitura altamente recomendada independente dos hábitos que você tenha e queira alterar, ou dos que deseje criar.


Espero ter sido relevante com essas informações. Fique à vontade e comente aqui abaixo os hábitos que você mais gostaria de adquirir, e o que mais gostaria de eliminar de uma vez por todas de sua vida.

Se esse artigo ajudou você, por favor, compartilhe-o com seus amigos. Desse modo, todos saímos ganhando.

Aproveite também para se inscrever em nossa lista de email e seja o primeiro a receber novos artigos como esse.

Basta colocar seu email abaixo e confirmá-lo depois!

Forte abraço e sucesso!